segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

FALCÃO - (2014) SUCESSÃO DE SUCESSOS QUE SE SUCEDEM SUCESSIVAMENTE SEM CESSAR

Não poderíamos deixar 2014 se esvair, assim, sem postarmos o tão aclamado mais novo disco do bregastar Falcão, "Sucessão De Sucessos Que Se Sucedem Sucessivamente Sem Cessar".

Diversos foram os pedidos e choradeiras, mas, como não nos damos nunca por vencidos, aí vai a pérola, tão difícil de encontrar quanto os outros de sua discografia (que você pode encontrar AQUI). Mas aqui não tem miséria...

Com o principal lançamento de 2014, pra nós, vítimas e dependentes da cultura brega, a gente se despede de 2014. Um grande ano, cheio de boas surpresas e tristes despedidas.

Pra quem fica, sucesso! Aos grandes mestres da música popular brasileira que se foram, nossas eternas reverências...

Nelson Ned (* 02/03/1947 † 05/01/2014)
Jair Rodrigues (* 06/02/1939 † 08/05/2014)
Marlene (* 22/11/1922 † 13/06/2014)
Miltinho (* 31/01/1928 † 07/09/2014)
Genival Santos (* 10/04/1951 † 18/11/2014)
Clemilda (* 01/09/1936 † 26/11/2014)


Faixas:

01 Você É A Letra X Da Palavra Love
02 Coração De Frango
03 Não Há Quem Aguente
04 Mulheres Modernas
05 Adonde Está O Amor
06 Feito Vaca
07 Tradução Simultânea
08 Fumando Numa Quenga
09 Tanto Faz Ser Um, Como Ser Outro
10 Quem Nasce Para Tatu Morre Cavando
11 Prodologicadamente
12 Lasque A Rola Em Tonha (Like A Rolling Stone)
13 Agora Pronto!

linque

REGINALDO ROSSI - (1981) OS GRANDES SUCESSOS DE REGINALDO ROSSI

Dia 20 de dezembro foi dia de relembrar um ano da morte do "Rei", Reginaldo Rossi.

Um dos principais expoentes da legítima música popular brasileira, Reginaldo Rossi é dono de uma vasta obra, que compreende desde o período da chamada Jovem Guarda, à geração romântica da MPB. Como pouquíssimos artistas, Reginaldo tem admiradores nas diversas classes sociais, sem distinção, mesmo depois de sua morte, no ano passado.

Ao completar um ano de seu falecimento, vários shows em sua homenagem se espalham pelo Brasil afora e sua discografia se torna cada vez mais disputada pelos curiosos e saudosistas de plantão.

Ao "Rei", a nossa singela homenagem...


Faixas:

01 Para De Chorar
02 O Melhor De Mim
03 Menino Chato
04 Maior Que Deus
05 O Papa Figo
06 Manhã De Sol
07 O Pão
08 No Jardim
09 O Trem Que Parte Para O Além
10 Roma E Amor
11 Sem Você, Não Valho Nada
12 Te Quero, Te Adoro, Te Amo


JOSÉ RIBEIRO - (1974) JOSÉ RIBEIRO E SEUS SUCESSOS (COMPACTO)

O eterno cantor de "A Beleza da Rosa", José Ribeiro, de volta por aqui, num compacto duplo mais que especial. O disco em questão foi lançado em 1974, e representa bem a boa fase do cantor, logo após o lançamento do excelente álbum de 1973, "Meu Coração Que Não Te Esquece".

Pra baixar e guardar...


Faixas:

01 A Última Noite De Uma Paixão
02 Quando Brigas Comigo
03 Pensando Em Mariza
04 A Maior Saudade Minha


ISMAEL CARLOS - (2012) O CANTOR APAIXONADO

Ismael Carlos já tem cadeira cativa no nosso blogue. Além de seu nome definitivamente gravado no nosso panteão da música brega, o cantor merece uma postagem exclusiva também pela passagem do aniversário de seu nascimento, neste mês de dezembro. Então, a homenagem é dupla.

O mestre Ismael Carlos completaria sessenta e sete anos, no último dia 14, não tivesse falecido por complicações de uma pneumonia, em junho de 2009.

Pros fãs saudosos, a gente posta esta coletânea de primeira, póstuma, contendo os seus principais sucessos. Pra matar a saudade...


Faixas:

01 Eu Amo Você
02 Café Coado
03 Carinho E Amor
04 Tô De Olho Em Você
05 Morrendo De Saudade
06 Coração Não É Brinquedo
07 Faladeira Fofoqueira
08 Briguinha De Amor
09 Sonho Bonito
10 Apaixonado Sonhador
11 Não Vá Embora
12 Saudade Danada
13 Amor Bom Demais
14 Minhas Raízes


PAULO MÁRCIO - (2001) 20 MEGA SUCESSOS

Paulo Márcio, irmão do ícone Carlos Alexandre, apesar das inevitáveis comparações por sua nobre linhagem, tem uma carreira artística bastante sólida. O cantor potiguar lançou seu primeiro LP em 1985, com o disco homônimo "Paulo Márcio", com pouca repercussão, na época, ofuscado pelo brilho do irmão mais velho. Aos poucos, sua discografia vem sendo redescoberta pelos fãs, graças aos arquivos disponibilizados em páginas e blogues especializados em música popular brasileira.

A coletânea aqui é de 2001 e traz vinte composições e regravações, entre grandes sucessos e outras pouco exploradas pelas gravadoras, mas que serve como uma excelente oportunidade pra relembrar o ídolo ou para se introduzir na obra deste, que tornou-se um dos principais nomes da música popular potiguar.


Faixas:

01 Estela
02 Não Briga Comigo
03 Dois Copos
04 You Love Me
05 Sede De Amor
06 Do Jeito Que Você Gosta
07 Vou Contar Até Três
08 Amore Mio
09 Mulher Mandona
10 Espera
11 Meu Compromisso
12 Não Sou Ator
13 Pout-Pourri (Estava Escrito / Só Falta Você Chegar / Vamos Tentar Outra Vez)
14 Explicação (Quem É Ele?)
15 Ciumeira Louca
16 Hora Da Verdade
17 Não Precisa Nem Pensar
18 Frescura De Mulher
19 Vou Tomar Sua Mulher
20 Paixão Sem Limite


segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

CARLOS COLLA - (2009) 50 ANOS DE MÚSICA (ÁUDIO DO DVD)

Filho de imigrante italiano, Carlos Colla, como é conhecido, nasceu em agosto de 1944, em Niterói, no Rio de Janeiro, e hoje vive na capital fluminense. Desde muito jovem, interessou-se por música. Aos 14 anos mudou-se com a família para Teresópolis, região serrana do Rio, onde conheceu e fez amizade com o violonista Alfredo Pessegueiro do Amaral. Foi lá que recebeu sua primeira oportunidade de emprego feita pelo radialista Bandeira Júnior. Durante anos, Carlos Colla custeou os estudos se apresentando nas noites do Rio, até ser convidado por Mauricio Duboc para participar do conjunto musical "O Grupo". 

Foi numa apresentação do conjunto "O Grupo", no Canecão (cidade do Rio de Janeiro), que Carlos Colla e Roberto Carlos se conheceram. Acompanhado de Maurício Duboc, Colla foi pedir ao "Rei" uma música e, prontamente, Roberto Carlos respondeu: "tudo bem, desde que vocês façam uma pra mim". Carlos Colla se entregou ao desafio de corpo e alma e compôs com Maurício as músicas "A Namorada" e "Negra", que Roberto Carlos gravou em 1971. Nascia o compositor e a parceria de grandes sucessos, Colla e Duboc. Desde então, Carlos Colla figura entre os compositores preferidos do "Rei", com mais de quarenta sucessos gravados por ele. Em 1977, Roberto Carlos explodia nas rádios com mais uma composição de Carlos Colla, o eterno sucesso "Falando Sério". A repercussão foi tamanha que, tempos depois, "Falando Sério" seria gravada por inúmeros artistas, em vários idiomas.

Em 1974, Carlos Colla graduou-se bacharel em Direito. Durante dez anos, exerceu brilhantemente a carreira de advogado, mas não abandonou o amor pela música e tampouco a inquietação de compor as canções encomendadas pelo mais importante intérprete brasileiro, Roberto Carlos. No ano de 1980, Carlos Colla trabalhava na OAB do Rio de Janeiro e presenciou a explosão da famosa carta bomba, episódio que marcou a história política do Brasil e que também assinalou o fim de sua carreira advocatícia. Colla passou a se dedicar inteiramente à sua arte, e presenteou o público com uma enorme quantidade de composições, que, na voz de grandes intérpretes da MPB, transformaram-se na trilha sonora da vida de milhares de brasileiros.

Carlos Colla emplacou vários sucessos e produziu muitos artistas, dentre os quais, o cantor mexicano Luis Miguel, e a turnê Brasil do grupo musical Menudo, fenômeno porto-riquenho. Como intérprete, gravou suas composições em dois trabalhos: um LP, pela gravadora Som Livre, e um CD, pela Transcontinental. Em 2009, lançou seu primeiro DVD "50 Anos de Música", pela Diamond, em que comemora seus cinquenta anos de carreira e seus grandes sucessos. Até hoje, intérpretes, grupos musicais, bandas e inúmeras duplas sertanejas gravam canções de Carlos Colla.


(Fonte: Wikipedia - adaptada.)


Faixas:

01 Bye Bye, Tristeza
02 Além Da Cama
03 Verdade Chinesa
04 Falando Sério
05 Sonho Lindo
06 Solidão
07 Quatro Semanas De Amor (Sealed With A Kiss)
08 Querer É Poder
09 Hoje A Noite Não Tem Luar (Hoy Me Voy Para México)
10 Etiquetas
11 Não Resisto A Nós Dois
12 Bijuteria
13 Meu Disfarce
14 Taras E Manias
15 Eu Acho Que Estou Perdendo Você
16 Sonho Por Sonho
17 Na Hora Do Adeus
18 Estou Apaixonado (Estoy Enamorado)
19 Fogão De Lenha
20 Você Vai Ver


MICHAEL SULLIVAN & PAULO MASSADAS - (1987) SULLIVAN & MASSADAS

O Porquinho e a Formiguinha...

Em 1978, Michael Sullivan & Paulo Massadas formariam uma dupla premiada que duraria dezesseis anos. No entanto, somente no final de 1983, a dupla Sullivan & Massadas alcançaria o seu primeiro grande hit, com a gravação da canção "Me Dê Motivo" por Tim Maia. Nesse mesmo ano, "Meu Ursinho Blau Blau", uma outra música de Paulo Massadas (em parceria com Sérgio Diamante), também alcançava o topo das paradas, na voz de Sylvinho e sua banda Absintho.

A dupla é responsável por muitas canções de sucesso. Sullivan & Massadas tiveram a sorte de fazer parte de uma era em que as FMs despontavam no Brasil. Com músicas consideradas bregas por muitos, a dupla emplacou grandes sucessos românticos, na voz de intérpretes dos mais diferentes estilos, como Gal Costa e Fagner. Até hoje, quando se ouve no rádio a voz de Tim Maia entoando a composição "Leva" (assinada apenas por Sullivan), há quem imagine tratar-se de uma música dedicada à alguma musa inspiradora. No entanto, a musica foi composta como tema de fim de ano da TV Bandeirantes, em 1984, como uma declaração de amor da emissora para o ouvinte. Tim ouviu e decidiu gravar.

Em outubro de 1987, na cidade de Los Angeles (EUA), pela gravadora BMG, Michael Sullivan & Paulo Massadas compuseram e gravaram com Jermaine Jackson a swingada "I Need Somebody", bem ao estilo Jackson 5, para o disco "Michael Sullivan & Paulo Massadas". Outro grande convidado a participar desse trabalho foi Sérgio Mendes, um dos maiores ícones da música brasileira em todo o mundo. Esse projeto, lançado pela gravadora BMG, também contou com a participação de Sandra de Sá, Alcione, Fafá de Belém, Roupa Nova, Joanna, Fagner, Rosana, José Augusto, Patrícia Marx e Trem da Alegria na canção “Dê Uma Chance Ao Coração” (músicas do disco aqui postado).

Em 1989, a dupla fez um compacto com o apresentador da Rede Globo, Fausto Silva, pela Som livre, "Do Tempo Que", primeira música de abertura do programa Domingão do Faustão. Em 1990, foi editado o disco "Sullivan & Massadas Ao Vivo", gravado no teatro da SUAM, com sucessos da dupla lançados pela gravadora Som Livre. Nesse trabalho, Sullivan & Massadas cantavam músicas consagradas pela dupla, em duetos com Fagner, Fafá de Belém, Joanna, José Augusto, Alcione e muitos outros artistas na MPB. Em 1994, a dupla se desfez. O seleto número de sucessos rendeu à dupla Sullivan & Massadas um recorde, que foi publicado no Guiness Book, identificando-a como a dupla de compositores com maior número de discos nas paradas de sucessos no menor espaço de tempo.

O Fim Da Dupla

Michael Sullivan produziu grandes cantores da MPB, como; Tim Maia, Alcione, Sandra de Sá, Danilo Caymmi, Antônio Marcos, Serguei, Xuxa, Sidney Magal, Fafá de Belém, Roupa Nova, Joanna, Paulo Ricardo, Rosana, Fagner entre outros. Michael Sullivan foi convidado a trabalhar e morar nos Estados Unidos - Los Angeles e Miami -, para ali compor e produzir nomes, como Ricky Martin, Chayanne, Ana Gabriel, Menudo, Chicos de Boulevart, Yuri, Robi Rosa e Michael Sambelo 
entre outros. Sullivan alcançou o topo das paradas de sucesso em sessenta países no mundo inteiro, incluindo as Américas, a Europa e o Oriente. Como produtor, vendeu mais de sessenta milhões de discos, no Brasil e em toda América Latina.

Paulo Massadas, como produtor de Xuxa, juntamente com Michael Sullivan,vendeu cerca de vinte milhões de discos no Brasil, Europa e América Latina. A gravadora SONY-Portugal, no ano de 1999, convidou o compositor para a produção de um projeto infantil para a televisão portuguesa (TVi). Esse trabalho se tornou um grande sucesso de vendas, chegando a disco de platina dupla. No ano seguinte, Massadas voltou à Lisboa (Portugal) para produzir o volume dois do projeto. As vendas desse novo disco superaram as do disco anterior, gerando um segundo disco de platina dupla. No ano 2000, Paulo Massadas recebeu um convite da FONOVISA (na época a maior gravadora latina do mundo) para trabalhar como produtor e foi viver nos Estados Unidos. Desde então, começou a atuar no Mercado Latino. No momento, Massadas possui mais de setenta músicas gravadas em espanhol e mais de setecentas canções gravadas em todo o mundo. Artistas internacionais, como Julio Iglesias, 
Ricky Martin, Billy Paul, Gregory Abbott, Juan Manuel Serrat, Jermaine Jackson, Ana Gabriel, Lupita D’ Alessio, Chayenne, Richard Clayderman e outros, experimentaram versões, produções e/ou composições de Paulo Massadas.


(Fonte: Popular do Brasil - revisada.)


Faixas:

01 Quero Mais (Participação de Sérgio Mendes)
02 Não Diga Adeus
03 Entre Amigos
04 Lady X (Participação de Trem da Alegria)
05 Na Linha Da Tua Mão
06 Caminhos Da Emoção
07 Dê Uma Chance Ao Coração (Michael Sullivan, Paulo Massadas e Amigos)
08 Três É Demais
09 I Need Somebody (Participação de Jermaine Jackson)
10 Sei
11 Doce Estrela


MARIO GOMES - (1977) MARIO GOMES

Muito além de sua história de sucesso como ator, Mario Gomes também tentou carreira como cantor, nunca devida e merecidamente explorada pela mídia.

Era 1977 e, como para tantas outras celebridades, o caminho pra a música era quase que natural. Seguindo os exemplos de Francisco Cuoco, Regina Duarte, Myrian Rios, Tarcísio Meira, Glória Pires, Elisângela e trocentos outros, Mario Gomes tentou emplacar o músico até então posto em segundo plano na sua vida artística.

Diferentemente dos colegas citados, Mario Gomes tem qualidade, tanto como cantor, quanto como compositor. Sua canções e seu timbre, às vezes, lembram o grande Belchior, mas de um jeito bem peculiar, embora com seus méritos e identidade próprios.

Vale a pena o resgate...


Faixas:

01 Um Alô
02 O Cadillac Do Prefeito
03 Diga, Jimmy
04 Só Pra Você
05 Gosto Do Jeitinho Dela
06 Chiclet E Cabochard
07 Primeira Amante
08 Ainda Havia Amor
09 Enrosca
10 Cartier Latin


NAHIM - (1986) TUDO DE MIM

Nahim nasceu no interior de São Paulo, mudou-se para a capital ainda menino e, antes de ser conhecido como cantor, arriscava-se em pistas de corrida. Era piloto de motovelocidade. Acelerou tanto que quase morreu.

— "Sofri traumatismo craniano. Eu bati com o capacete e tudo, passei reto no final do retorno de interlagos. A moto saiu, eu fui. Bati num domingo e acordei numa quarta-feira."

O acidente foi a deixa. Os fãs perderam o piloto, mas ganharam o artista. 

— "Gravei dois discos em inglês com o singelo pseudônimo de "Baby Face", mas não aconteceu nada. Até que, finalmente, eu consegui gravar, lançar o meu primeiro disco como Nahim."

Daí para frente, o Brasil entrou na onda de Nahim. O ídolo era convidado para os principais programas de auditório e a venda de disco se multiplicava. O sucesso era tanto que o cantor chegou a se sentir um superstar. A carreira foi longe. No total, Nahim gravou catorze discos e oitenta e seis músicas. Hoje, ele vive dos direitos autorais dessas canções e dos shows pelo Brasil.


(Fonte: Portal R7 - trecho.)


Faixas:

01 Tudo De Mim
02 Engano De Praia
03 Querida (Como Estás, Querida)
04 Olhos Abertos
05 O Motel (The More I See You)
06 Coração De Melão
07 Delirando (Tiritando)
08 Faz De Conta (L'italiano)
09 Dia E Noite
10 Jogo Do Amor
11 Luz E Cor
12 Dorival, O Lobo Mau

linque

GILLIARD - (2008) SEMPRE

Aniversariante do dia 17 deste mês de dezembro, Giliard reaparece em mais uma postagem do MÚSICA DAS ANTIGAS como um presente de fim de ano pros fãs...

O cantor, potiguar de nascimento, já fora relembrado no blogue em pelo menos outros dois posts-homenagens: com as coletâneas "20 Preferidas" e "Pérolas", que podem ser conferidas AQUI e AQUI...

Esbaldem-se, bregaiada!


Faixas:

01 Nossa Vida
02 Do Jeito Que Você Deixou
03 Não Diga Nada
04 Só Eu Sei
05 Timidez
06 Doce Paixão
07 Coisas De Nós Dois
08 Sinal De Amor
09 Como Posso Te Chamar De Amiga Se Chamei De Amor?
10 Pouco A Pouco
11 Aquela Nuvem
12 Ao Meu Velho Pai
13 Esse Homem Chamado Jesus
14 Eu Amo Amar Você (M'inamoro Di Te) (Part. Esp. de Harmony Cats)

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

ROSANA - (1989) MOMENTOS

Na leva das cantoras sucesso dos setenta e oitenta, a eterna diva Rosana aparece de novo por aqui. E a marmanjada agradece...

A coletânea "Momentos" foi lançada originalmente no ano de 1989, ainda em formato de LP, e posteriormente relançada em formato digital. São doze dos principais clássicos da maior cantora brasileira da década de oitenta, que o blogue agora dispõe pros fãs carentes da morena e da boa música popular brasileira...


Faixas:

01 O Amor E O Poder (The Power Of Love)
02 Amor Dividido (Without You)
03 Nem Um Toque
04 Coração Selvagem
05 Nós Dois
06 Custe O Que Custar
07 Tudo É Vida (Everything Is Love) (Part. de Gregory Abbott)
08 Onde O Amor Me Leva
09 O Dom Do Nosso Amor (Livin' You)
10 Um Homem Não É Um Nome (You're My One And Only)
11 Cidadã Do Mundo
12 Vício Fatal (Let's Stay Together) (Ao Vivo)


SULA MIRANDA - (1999) SÓ SUCESSOS

Sula Miranda começou sua carreira musical no grupo "As Mirandas", juntamente com suas irmãs Yara e Maria Odete (Gretchen), que mais tarde virou o quarteto "As Melindrosas", com a inclusão da amiga Paula. O primeiro LP do grupo, "Disco Baby", foi um enorme sucesso, alcançando a marca de um milhão de cópias vendidas.

O sucesso de Sula estava traçado desde o início. A cantora iniciou carreira solo assinando contrato com a 3M do Brasil, em julho de 1986, ano em que lançou seu primeiro disco. Em outubro desse ano, já era recorde de vendas. Ela veio em um movimento de então renovação da música sertaneja, chamado "new sertanejo" ou "sertanejo-urbano", mistura da tradicional música caipira com toques de modernidade nos temas e na introdução de instrumental eletrônico. Assim, ela estava preparada para buscar o seu objetivo. Era jovem, talentosa, cheia de garra e o novo gênero tomava conta dos programas de rádio e televisão.

Sula sabia que as pessoas gostavam deste gênero musical, de ouvir falar da vida dos peões de boiadeiro e dos caminhoneiros, e a maioria dos cantores e duplas sertanejas dedicavam faixas em seus discos a estas duas classes. A cantora teve a felicidade de encomendar uma música a Joel Marques, compositor consagrado, e queria uma canção que falasse da vida da esposa do caminhoneiro. Este foi o segredo do sucesso e a empatia do público com a música "Caminhoneiro do Amor" foi imediata. Em dois meses, todas as rádios a estavam tocando. Dias depois do lançamento, as vendas lhe renderam um Disco de Ouro, com mais de cem mil cópias vendidas, e recebeu o título de "Rainha dos Caminhoneiros". Aproveitando o embalo, Sula gravou um videoclipe.

Os convites para shows não paravam. Chegou o sucesso e Sula sabia que tinha que aproveitar. Fazia uma média de 25 shows por mês em eventos por todo Brasil.

Ao longo de sua carreira, Sula Miranda tem gravados dezessete discos, com muitos compositores famosos e conceituados, sendo doze deles com músicas sertanejas inéditas e regravações, três coletâneas com seus maiores sucessos e dois com músicas gospel.

Sula Miranda, sempre teve forte presença no palco. Atraía públicos de trinta mil a cem mil pessoas em cada show. Com seu carisma, prestígio e credibilidade, tornou-se uma das maiores cantoras do estilo sertanejo, um verdadeiro ícone, sendo muito requisitada no país para anúncios e campanhas publicitárias.


(Fonte: Wikipedia - revisada.)


Faixas:

CD1

01 Caminhoneiro Do Amor
02 A Caroneira
03 Rumo Certo
04 Lobo Amante
05 Companheiro
06 Estrada Afora
07 Guardiões Da Estrada
08 No Asfalto Da Cama
09 Com O Pé Na Estrada (The Boxer)
10 Novamente Na Estrada (One The Road Again)
11 Carona (Please, Mr. Postman)
12 Estrela Guia

CD2

01 Mistérios
02 Pingos De Amor
03 Filme Triste (Sad Movies Make Me Cry)
04 Seu Olhar
05 Fogueira
06 Coisinha Linda
07 Anúncio De Jornal
08 Caso De Polícia
09 Me Liga, Me Grita, Me Chama
10 Only Yesterday
11 Me Chama
12 Viola Enluarada


ADRIANA - (1996) AS 20 PREFERIDAS

Filha de Maria Helena, vedete do chamado "teatro de revista", Adriana iniciou a carreira musical aos doze anos, quando gravou com grande sucesso a canção "Anjo Azul", em 1967, pela gravadora Equipe. A música, feita especialmente por Nonato Buzar, para que Adriana, filha de um amigo do compositor, gravasse, vendeu cerca de trezentas e oitenta mil cópias e teve o sucesso redobrado logo em seguida, quando foi regravada com o título de "Vesti Azul" pelo popularíssimo cantor Wilson Simonal. A versão tornou-se um dos maiores sucessos da carreira do cantor.

Com o êxito de "Anjo Azul", Adriana ganhou vários prêmios e participou de muitos programas de televisão, sendo inclusive convidada para atuar no cinema, no filme "Em Ritmo Jovem", de Mozael Silveira e estrelado pelo cantor Márcio Greyck. No filme, Adriana canta a música "Lá Lá Lá", lado B do compacto de estreia da cantora.

Em 1968, Adriana teve sucesso com a música "Viu" e foi contratada pela gravadora Odeon, por influência de Wilson Simonal, seu grande incentivador, ao lado de Chacrinha. Em 1972, Adriana fez sucesso com a música "O Que Me Importa", regravada depois com êxito por Tim Maia e Marisa Monte. Em 1978, a cantora foi escolhida como melhor intérprete e compositora no festival de Mar del Plata, na Argentina, com a composição "O Cara". Após o grande êxito inicial, Adriana, sem jamais ter deixado a carreira, desapareceu por longo período das paradas de sucesso, voltando a aparecer na mídia em 1986, quando gravou o LP "Adriana". O disco trazia "I Love You, Baby", canção que se tornou um grande sucesso e que trouxe Adriana de volta aos palcos populares da TV, nos programas de Xuxa, Faustão e Chacrinha. Esse disco trazia também a música "Pra Sempre, Vou Te Amar", versão de "Forever By Your Side", que também fez grande sucesso e foi regravada anos depois pelo cantor Robinson.

Aproveitando a grande visibilidade conquistada com o sucesso de "I Love You, Baby", as filhas de Adriana, as gêmeas Tuanny e Natanna foram lançadas na carreira de cantoras infantis e integraram a segunda formação do grupo infantil Balão Mágico. Após esse segundo período de evidência, Adriana desapareceu novamente da mídia, gravando discos esporadicamente. Em 2008, lançou o CD "Alô, Meu Bem, Eu Voltei!".


(Fonte: Cantoras do Brasil - revisada.)


Faixas:

01 I Love You, Baby
02 Sonhos Não São Impossíveis (Killing Me Softly With His Song)
03 Coisas Do Coração
04 Pra Sempre, Vou Te Amar (Forever By Your Side)
05 Teimosia
06 Tá Combinado Assim
07 Trama
08 Eu Te Amo
09 Só Eu E Você
10 Nova Estação
11 Fases
12 Joguei Tudo Com Você
13 A Melhor Coisa Do Mundo É Você
14 Viver É Ter Você Pra Mim (The Greatest Love Of All)
15 Abrigo
16 Pra Você, Eu Não Sei Dizer Não
17 Parcialmente Nua
18 Luz Do Sol
19 Sonho Sem Fim
20 Haja Coração


ROSEMARY - (1992) VERDADEIRO AMOR

Rosemeire Gonçalves - a Rosemary - nasceu no Rio de Janeiro (RJ) (em 7 de dezembro de 1947). Quando criança, já gostava de cantar, tendo se apresentado no programa "Clube do Guri", com apenas oito anos de idade. Atuou como cantora amadora, até seus catorze anos, em 1959, quando adotou o nome artístico de Rosemary. Começou a carreira profissional em 1961, lançando um 78 rpm pela gravadora Chantecler, no qual interpretara o bolero "Fala Coração", de Jorge Duarte e Norival Reis, e o samba "Também Sou Mulher", de Neuza Teixeira e Jader. Em 1962, lançou pela Continental os twists "Eu Sei", de Barbara Jorge, e "Reprovada", de Castro Perret e Leonel Cruz. 

Com o surgimento da Jovem Guarda, ficou conhecida pelo grande público, ganhando o apelido de "Fada do Iê-Iê-Iê", devido à sua beleza loira. Em 1963, gravou na RCA Victor "Que Me Importa O Mundo?", versão de um sucesso da italiana Rita Pavoni. Em 1964, gravou seu primeiro LP, intitulado "Igual a Ti Não Há Ninguém" (RCA). Em 1965, gravou "Eu Que Não Vivo Sem Ti", versão de "Io Che Non Vivo Senza Te", sucesso do italiano Sérgio Endrigo. Em 1967, gravou o segundo LP, "Rosemary". Com o fim da Jovem Guarda, passou a cantar outros gêneros, tendo até mesmo lançado um compacto duplo em homenagem a Carmen Miranda e Chiquinha Gonzaga, no qual interpretou as canções "Abre Alas", "Lua Branca", "Corta-jaca", "Camisa Listrada" e "Taí", mas seu repertório se tornou essencialmente romântico-popular. Nesse período, chegou também a atuar como atriz, na peça “Promessas, Promessas”, ao lado de Jardel Filho, em cartaz no Teatro Ginástico (Rio de Janeiro - RJ). Em 1974, gravou novo disco, "Rosemary". Até meados da década de 70, atuou em temporadas no Rio de Janeiro (RJ), em boates como Sucata (no show "Nossa Escola de Samba") e Night And Day, ao lado de Pery Ribeiro.

A partir de 1976, sua carreira nos palcos tomou impulso por conta de seus shows dirigidos por Abelardo Figueiredo, como "Rose, Rose, Rosemary", no Beco, em São Paulo (SP), ficando oito meses em cartaz, inclusive, excursionando pelo exterior. Nesse mesmo ano, gravou o disco "Rose, Rose, Rosemary". Em 79, voltou ao Beco, com o show "Meu Brasil Brasileiro", levado posteriormente a Paris, Londres, Lisboa, Bonn e Estados Unidos. Foi nos EUA que, no ano seguinte, 1980, apresentou-se para o ex-presidente Jimmy Carter, nas dependências da Casa Branca, cantando "Manhã de Carnaval", "Feelings" e "Aquarela do Brasil". Em 1982, voltou a ter uma música nas paradas: a balada pop "Jóia" (“Sou Uma Mulher / Preciso Ser Amada”), de Roberto e Erasmo Carlos, gravada em compacto.

Na década de 80, realizou shows como Rosemary Paixão e Rosemary Mulher, e trabalhou em novelas, como Ti-ti-ti e Cambalacho, na TV Globo.  Em 1989, lançou o disco "Na Trilha dos Amores", gravado em plena temporada da cantora no Palladium, em São Paulo (SP). Em 1992, lançou o disco "Verdadeiro Amor", no qual a cantora gravou um dueto com Amado Batista. Em 1993, lançou o disco "Rosemary"e, em 1996, o CD "Espelho". No carnaval de 2000, Rosemary comemorou vinte anos de desfiles na escola de samba Mangueira, da qual é uma de suas estrelas, ao lado de Alcione e Beth Carvalho. No mesmo período, viajou para apresentações no Japão e na China. Em 2006, gravou o CD "Mulheres de Mangueira", em que canta clássicos de compositores da sua escola de samba e conta com as participações especiais de Alcione, Beth Carvalho, Chico Buarque e Zeca Pagodinho.


(Fonte: Cantoras do Brasil - revisada.)


Faixas:

01 Mulher De Caminhoeiro
02 Não Sai De Mim
03 Maratona Coração
04 A Melhor Mentira
05 Dona De Mim
06 Poema
07 Separação (Part. de Amado Batista)
08 Falando Às Paredes
09 Coração Dividido
10 Monotonia
11 Carrossel
12 Horas Perdidas (Three Coins In The Fountain)


VANUSA - (1998) GRANDES SUCESSOS

Vanusa novamente no MÚSICA DAS ANTIGAS...

Graças a insistência dos fãs de plantão, a gente posta mais uma raridade da moça. A coletânea em questão é de 98, daquelas levas de primeiras compilações em formato digital dos artistas sucessos das épocas do "bolachão". São catorze dos eternos sucessos de Vanusa, bem coletados e organizados, pros saudosos e também praqueles interessados em conhecer a obra da loira jovem-guardista.


Faixas:

01 Mundo Colorido
02 Pra Nunca Mais Chorar
03 Manhãs De Setembro
04 Mensagem
05 Paralelas
06 Estado De Fotografia
07 Hey, Joe
08 O Que É Meu É Teu
09 Sem Maquiagem
10 Amigos Novos E Antigos
11 Estou De Mal Com Você
12 Congênito
13 Espelho
14 O Geguege (Il Geguege)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Linque quebrado?

Encontrou algum linque quebrado?

Marcadores

A Patotinha (1) Abdias (2) Abílio Farias (7) Abílio Manoel (1) Absyntho (1) Adelino Nascimento (12) Adilson Ramos (8) Adriana (7) Adriano Santa Cruz (1) Agepê (1) Agildo Ribeiro (1) Agnaldo Rayol (2) Agnaldo Timoteo (17) Alcides Gerardi (1) Aldo Sena (1) Alípio Martins (14) Almir Ricard (1) Almir Rogério (7) Altemar Dutra (2) Amado Batista (18) Amelinha (1) Amilton Lelo (10) André Amazonas (1) Angela Maria (4) Angélica (1) Angelo Máximo (10) Anísio Silva (2) Antonio Carlos e Jocafi (1) Antonio Marazona (1) Antonio Marcos (21) Ary Lobo (1) Ary Toledo (1) Assisão (1) Augusto César (3) Babau do Pandeiro (6) Balthazar (7) Banda Cabeça Enfeitada (1) Barros de Alencar (12) Bartô Galeno (15) Bebeto (2) Benito di Paula (2) Beto Barbosa (6) Betto Dougllas (5) Biafra (7) Bianca (2) Bicho Véi do Brega (1) Boas-vindas (1) Borba de Paula (2) Canarinhos de Petrópolis (1) Capital do Sol (1) Carlito Gomes (3) Carlos Alberto (6) Carlos Alexandre (20) Carlos André (9) Carlos Colla (3) Carlos Gonzaga (2) Carlos José (1) Carlos Santos (8) Carlos Silva (1) Carmen Silva (12) Cast RCA (1) Cauby Peixoto (6) Célio Roberto (5) Cesar Sampaio (8) Chacrinha (1) Chico Amaro (1) Chico Lopes (1) Cid Moreira (1) Claudette Soares (2) Claudia (1) Claudia Barroso (11) Cláudia Telles (3) Claudio de Barros (1) Claudio Di Moro (3) Cláudio Fontana (4) Claudio Galeno (1) Claudio Roberto (3) Clemilda (1) Coro Infantil da FuNaBEM (1) Coroné (1) Coronel Ludugero (1) Cristiano Neves (1) Demetrius (1) Denis e Demian (1) Diana (18) Dicró (1) Dino Rossi (1) Discografia (14) Donizeti (2) Dory Edson (1) Dudu França (4) Ed Wilson (1) Édel Reis (2) Edelson Moura (1) Edson de Oliveira (1) Edson Duarte (4) Eduardo Araújo (3) Eli Correa (1) Eliana Pittman (1) Elino Julião (10) Elisângela (3) Elizabeth (2) Elymar Santos (1) Erasmo Carlos (7) Evaldo Braga (20) Evaldo Freire (8) Evinha (2) Fábio (1) Fábio Jr (9) Fafá De Belém (2) Falcão (7) Fernando Lelis (10) Fernando Luiz (5) Fernando Mendes (25) Franc Landi (1) Francis Dalva (3) Francisco Cuoco (13) Francisco Petrônio (7) Frankito Lopes (14) Fredson (6) Genghiskan (1) Genival Lacerda (9) Genival Santos (12) Geraldo Nunes (3) Giane (3) Gilberto Lemos (4) Gilberto Reis (1) Gilliard (14) Gilson (3) Gretchen (7) Harmony Cats (1) Heleninha (1) Heleno (5) Helio Portinhal (2) Hermes Aquino (1) Ismael Carlos (10) Ivan Peter (3) Ivon Cury (1) J. Aquino (5) Jacinto Limeira (1) Jair Rodrigues (1) Jane e Herondy (12) Jayne (1) Jerry Adriani (16) Jessé (1) Joanna (3) João Dias (1) João Gonçalves (2) João Só (1) João Viola (2) Joelma (9) Jorginho do Império (1) José Augusto (19) José Augusto Sergipano (1) José Orlando (4) José Ribeiro (8) José Roberto (5) Juanita (3) Juanita e Richard (3) Juca e Jeca (1) Juca Medalha (1) Julia Graciela (2) Júlio César (6) Júlio Nascimento (4) Kátia (13) Katia Cilene (1) Kleber (1) Lafayette (3) Latino (1) Leila (1) Leila Silva (1) Lenita Santos (1) Leno (2) Leno & Lilian (3) Leonardo (2) Lilian (9) Lindomar Castilho (17) Lindomar Lins (1) Lindú (1) Los Angeles (1) Luan e Vanessa (1) Luiz Américo (2) Luíz Caldas (1) Luiz Carlos Magno (3) Mamonas Assassinas (1) Mara (1) Marcelo (1) Marcelo Reis (4) Marcio França (3) Marcio Greyck (16) Marcio José (11) Marcos Roberto (10) Marcos Sabino (1) Marcus Pitter (1) Maria Alcina (3) Marinês (1) Mario Gomes (1) Maritza Fabiani (1) Marizinha (1) Markinhos Moura (3) Martinez (1) Martinha (7) Matogrosso e Mathias (1) Maurício Mattar (1) Maurício Reis (9) Maurinho da Mazzei (1) Maurinho Jr (1) Mauro Celso (3) Mauro Cotta (1) Mauro Sérgio (1) Meire Rose (1) Messias Holanda (4) Michael Sullivan e Paulo Massadas (2) Miguel Angelo (1) Miguel De Deus (1) Miltinho Rodrigues (1) Moacyr Franco (10) Nahim (3) Nalva Aguiar (6) Nelson Gonçalves (8) Nelson Montenegro (1) Nelson Ned (8) Nilton César (10) Nilton Lamas (5) Nora Ney (5) Noriel Vilela (1) Núbia Lafayette (10) Odair José (30) Onildo Almeida (1) Orlando Dias (4) Orlando Silva (2) Os 3 do Nordeste (1) Os Incríveis (2) Osvaldo Oliveira (2) Oswaldo Bezerra (5) Ovelha (5) Patrick (1) Paulo de Paula (4) Paulo Diniz (3) Paulo Henrique (2) Paulo Márcio (3) Paulo Moraes (1) Paulo Sergio (19) Peninha (9) Perla (19) Pholhas (1) Pinduca (3) Raimundo Soldado (9) Raul Gil (1) Raul Seixas (3) Raulzinho (1) Regina Duarte (1) Reginaldo Rossi (27) Renato e Seus Blue Caps (2) Ricardo Braga (11) Rita Cadillac (1) Ritchie (2) Roberto Barradas (2) Roberto Barreiros (2) Roberto Leal (6) Roberto Luna (1) Roberto Müller (6) Roberto Nunes (1) Ronaldo Adriano (6) Ronaldo Resedá (1) Ronnie Von (8) Rony Cardoso (1) Rosana (7) Rosemary (8) Rossini Pinto (1) Rufino (1) Sandra De Sá (1) Sandro Becker (4) Sara Sonaya (1) Sarajane (1) Sérgio Mallandro (9) Sérgio Reis (5) Sidney Magal (8) Silvana (1) Silvinha (2) Silvinho (3) Sol (2) Sueli (1) Sula Mazurega (1) Sula Miranda (1) Sylvinho (2) Tarântulas (1) Tarcys Andrade (1) Teixeira de Manaus (2) Tetê Espíndola (1) The Clevers (1) The Fevers (6) The Golden Boys (1) Tião Macalé (1) Tiririca (2) Tony Damito (3) Trio Esperança (1) Trio Irakitan (1) Trio Nordestino (1) Trio Xamego (1) Tutti-Frutti (1) Vanusa (12) Vários Artistas (120) Verônica Sabino (1) Vic McKenzie (1) Virgilio (1) Wagner Montes (2) Waldick Soriano (28) Waldir Ramos (3) Waldirene (6) Waleska (1) Walter Basso (3) Wanderléa (8) Wanderley Andrade (1) Wanderley Cardoso (8) Wando (14) Wilson Miranda (1) Yahoo (1) Zé Calixto (1) Zenilton (3) Zezinho Barros (1)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...